AULAS SUSPENSAS


O isolamento social é a nossa única "arma" para lidar com o avanço do COVID-19. Até que tenhamos uma vacina, o que deve demorar certo tempo, conceitos como "grupo de risco", etc. são discursos sem amparo científico. Até a ciência está sem respostas. Por isso, independente do posicionamento dos governantes quanto a reabertura dos espaços em que atuo como professora, AS MINHAS AULAS ESTÃO SUSPENSAS.

Apesar desta ser uma postura difícil para quem é profissional da dança, o meu entendimento é que essa é a melhor forma de preservar o coletivo, que envolve meus alunos, seus familiares e pessoas próximas ou até as nem tanto.

Como lidar com a desconfiança de que algum descuido em uma aula possa ter causado o adoecimento em perspectiva grave para alguém? Não vou correr esse risco.

O nosso "aglomerar" e se "lambuzar" no chão, vai ter que esperar!

No mais, qualquer iniciativa ONLINE será divulgada nas redes sociais. Provável que não sejam "lives" de exercícios ou aulas prontas, porque quem me conhece sabe que este não é o meu perfil de trabalho. Mas, existem muitas iniciativas interessantes que podem ser realizadas neste contexto, aquelas em que a rotina de estar presente, no mesmo espaço, também colocava em segundo plano.

Esse é um momento de muito cuidado, que requer uma dose extra de bom senso! Cuidemos de nós, dos outros!

Estejamos juntos de outras formas, sempre ligados pela dança!

Quando pudermos sentir o cheiro da sala de aula e tudo que ela envolve... que possamos "usar" este tempo de ausência física, para um fazer em dança ainda melhor!

© RITA  GUERRA por 

logo-branco.png